+

Área de Concentração e Linhas de Pesquisa

   O PROFLETRAS está constituído de uma única área de concentração: Linguagens e Letramentos. A essa área se vinculam duas linhas de pesquisa:

 

  • Teorias da Linguagem e Ensino
  • Leitura e Produção Textual: diversidade social e práticas docentes

 

Área de concentração: Linguagens e Letramentos

Descrição

Na formação do professor que atua no ensino fundamental, é indispensável o aprofundamento do seu conhecimento nos estudos voltados para a linguagem, o que lhe possibilitará uma posição madura intelectualmente, permitindo-lhe posicionar-se frente à realidade linguística do aluno nos mais diferentes níveis, associados à linguagem e à sua leitura de mundo. É com essa visão que a única área de concentração do PROFLETRAS dá conta de uma proposta ampla o suficiente para reunir linhas de pesquisa com disciplinas que articulam as modalidades oral e escrita, permeando estudos em diferentes concepções (práticas, teóricas, formais e não formais).

 

Linhas de Pesquisa

1. Teorias da Linguagem e Ensino

Descrição

Esta linha de pesquisa visa a retomar as noções de língua e linguagem, bem como a distinguir as linguagens naturais das artificiais. Ademais, tem o intuito de consolidar estudos sumariados na sequência: (a) descrição e normatização das linguagens; (b) avaliação de processos fonológicos que interferem na aquisição da leitura e da escrita; (c) domínios textuais e semântico-discursivos; (d) produção e efeitos de sentido nas linguagens naturais e não naturais; (e) identidades e construções antropo-culturais e literárias; (f) dialogicidade entre comunidades discursivas e produções literárias e demais manifestações culturais; (g) formação do leitor.

 

2. Leitura e Produção Textual: diversidade social e práticas docentes

Descrição

Esta linha de pesquisa tem como foco estudos que se voltem para: (a) ensino e aprendizagem da leitura e da produção textual; (b) panorama crítico do ensino da Língua Portuguesa e/ou da Literatura; (c) práticas de letramento e multimodalidade; (d) Educação Inclusiva e habilidades escolares de leitura e escrita; (e) transtornos de linguagem e de aprendizagem; (f) interculturalidade e multilinguismo; (f) produção de material didático inovador.